Versão OriginalVersão ClássicaMenu
Agência Estado | sexta, 12 de abril de 2019 - 22h04

Tiago Nunes segue no Athletico-PR após oferta do Atlético-MG e bate-boca de times

O Atlético-MG demitiu na última quinta-feira Levir Culpi, um dia após ficar em situação muito complicada na Copa Libertadores por causa da derrota por 4 a 1 para o Cerro Porteño, no Paraguai
Em busca de um substituto, o clube conversou com Tiago Nunes Em busca de um substituto, o clube conversou com Tiago Nunes - Foto: Divulgação

O suposto interesse do Atlético-MG no técnico Tiago Nunes, hoje à frente do Athletico-PR provocou trocas de farpas entre os dirigentes dos dois clubes. E, ao fim do dia, ficou definido que o treinador seguirá à frente do time pelo qual foi campeão da Copa Sul-Americana em 2018.

O Atlético-MG demitiu na última quinta-feira Levir Culpi, um dia após ficar em situação muito complicada na Copa Libertadores por causa da derrota por 4 a 1 para o Cerro Porteño, no Paraguai.

Em busca de um substituto, o clube conversou com Tiago Nunes. O Atlético-MG, inclusive, contava com um trunfo, Rui Costa, que foi apresentado nesta sexta-feira como novo diretor de futebol do clube e que trabalhou anteriormente no Athletico-PR com o treinador.

Presidente do Conselho Deliberativo do Athletico-PR, Mário Celso Petraglia atacou a postura do clube mineiro, a definindo como "antiética" e chamando Rui Costa de "traíra". Mas assegurou que Tiago Nunes permanecerá no clube paranaense.

"Incrível, é verdade, o 'Mineiro' de forma antiética fez proposta milionária ao nosso técnico Tiago Nunes! O próprio presidente, seu vice e o traíra Rui Costa participaram em viva voz do telefonema! Desespero total! Esqueceram eles que o Tiago Nunes é homem de palavra, trabalha no Paranaense!", afirmou Petraglia em seu perfil no Twitter.

O Atlético-MG, porém, rebateu Petraglia, afirmando que Tiago Nunes foi oferecido ao clube e aproveitou a situação para conseguir um aumento salarial. "Não foi bem assim. O treinador nos foi oferecido por seu empresário e provavelmente usou desse expediente pra ganhar um expressivo aumento. É inacreditável que o Petraglia esteja há 50 anos no futebol e não tenha aprendido como funciona", afirmou o clube mineiro em seu perfil no Twitter.

Sem êxito na negociação por Tiago Nunes, o Atlético-MG segue em busca de um novo técnico. E será dirigido no primeiro duelo da final do Campeonato Mineiro contra o Cruzeiro, neste domingo, no Mineirão, por Rodrigo Santana, técnico do time sub-20.

Subir ao TopoVoltar
PlataformaSistemas para WebJornalismoVersão OriginalIr para Versão Clássica