Versão OriginalVersão ClássicaMenu
Katiuscia Fernandes | terça, 13 de março de 2018 - 16h49

MS sai na frente na construção de um currículo para a Educação Integral

A metodologia de ensino precisa determinar como ela deverá ser ministrada
Os professores precisam ser formados de forma que tenham as necessárias competências para promover de forma eficaz essa educação Os professores precisam ser formados de forma que tenham as necessárias competências para promover de forma eficaz essa educação - Divulgação

[AÚDIO]

A Base Nacional Comum Curricular para a educação infantil e o ensino fundamental, homologada em 2017, determina que o referencial curricular precisa incorporar a Educação Integral de forma sistemática. A metodologia de ensino precisa determinar como ela deverá ser ministrada. Os professores precisam ser formados de forma que tenham as necessárias competências para promover de forma eficaz essa educação. E ainda que é preciso um sistema de monitoramento para verificar se os resultados foram alcançados.

E justamente para buscar o alinhamento com essa determinação que a Secretaria de Estado de Educação (SED), em parceria com o Instituto Ayrton Senna e a Undime/MS, realiza nesta quarta-feira, dia 14, o Seminário “Regime de Colaboração: fortalecendo as competências socioemocionais dos estudantes de Mato Grosso do Sul”.

Segundo Hélio Daher, superintende de Políticas para a Educação da Secretaria o evento tem como foco a construção do currículo de Mato Grosso do Sul e o entendimento de Educação Integral e as evidências do impacto do desenvolvimento socioemocional na aprendizagem dos estudantes.

O superintendente detalhou a programação.

O seminário contará ainda com a participação da secretária de Estado de Educação Maria Cecilia Amendola da Motta e da presidente da Undime/MS Kalícia de Brito França.

Após o seminário, que acontece das 13h às 16h, no auditório da Assomasul, estão previstos para os meses de março e abril workshops com laboratórios sobre os temas relacionados.

 

 

Subir ao TopoVoltar
PlataformaSistemas para WebJornalismoVersão OriginalIr para Versão Clássica