Versão OriginalVersão ClássicaMenu
RECORDE

Estudo aponta safra recorde para primeiro semestre em MS

Além disso, MS apresentou a 5ª maior participação na produção de cereais, leguminosas e oleaginosas do País Da Redação | quinta, 11 de fevereiro de 2021 - 15h40
Safra em MS Safra em MS - (Foto: José Medeiros)

Mato Grosso do Sul está boas estimativas para o primeiro semestre de safra no Estado. De acordo com o levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de janeiro de 2021, a área plantada e colhida totais sofreram aumentos de 0,45% e 0,44% (respectivamente) em relação a 2020. Além disso, MS apresentou a 5ª maior participação na produção de cereais, leguminosas e oleaginosas do País, sendo responsável por 8,6% da produção nacional. 

A primeira passou de 5.962.272 há para 5.989.200 ha. A segunda, de 5.962.272 ha para 5.988.706. A produção estimada de cereais, leguminosas e oleaginosas em Mato Grosso do Sul para 2021 deve atingir novo recorde. Em 2020 a estimativa ficou em 21,99 milhões de toneladas. Já para 2021 a estimativa fica em 22.489.551 t (aumento de 2,24%).

Já a área colhida destinada a estes produtos, estima-se, que passe de 5,25 milhões de hectares para 5.277.239 há (aumento de 0,5%). A informação de janeiro para a safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas de 2021 alcançou 262,2 milhões de toneladas e uma área colhida de 66,8 milhões de hectares.

Em relação a 2020, houve aumento de 1,4 milhão de hectares na área a ser colhida (2,1%). Frente ao que fora previsto no mês anterior, o acréscimo foi de 149 mil hectares (0,2%).

A soja, o milho e o algodão são os três principais produtos deste grupo e, somados, representaram cerca de 99% da produção e por 98,5% da área colhida. Em relação a 2020, houve decréscimo (-16,5%) na área destinada ao algodão e do milho (-0,53 %). A área colhida de soja teve aumento de 8,3%. 

Veja Também

Mais Lidas

Subir ao Topo Voltar
PlataformaSistemas para WebJornalismoVersão OriginalIr para Versão Clássica