Versão OriginalVersão ClássicaMenu
carros

Detran-MS realiza dois leilões com mais de 800 veículos

O leilão de circulação inicia nesta terça-feira (17) com 471 lotes disponíveis, no total, 350 motocicletas e 121 automóveis Viviane Leandro Freitas da Silva | quarta, 18 de novembro de 2020 - 07h25
Carros Carros - (Foto: Werther Santana/Estadão)
AO VIVO Acompanhe a transmissão do jornal GIRO ESTADUAL DE NOTÍCIAS
Transmitido simultaneamente para as emissoras do Grupo Feitosa de Comunicação

A Operação Pátio Zero do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul), abre dois leilões nesta semana: um para circulação e um para veículos de desmontagem. São mais de 800 veículos disponíveis para arremate, sendo 674 motocicletas e 170 automóveis.

O leilão de circulação inicia nesta terça-feira (17) com 471 lotes disponíveis, no total, 350 motocicletas e 121 automóveis. A visitação acontece nos dias 26, 27 e 30 de novembro, no pátio localizado na Av. Gury Marques, 7155, em Campo Grande.

Já o leilão de sucata aproveitável foi aberto na última segunda-feira (16) e conta com 114 lotes de veículos, sendo 324 motocicletas e 49 automóveis. Os veículos deste leilão foram apreendidos em Dourados e recolhidos no pátio do leiloeiro credenciado no município.

A visitação acontece de 23 a 27 de novembro, no pátio localizado na Rua Maria Rosa de Souza, 475, em Dourados.
Ambos os leilões estarão abertos até o dia 01 de dezembro e tem o mesmo horário de visitação, sendo de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 11h00 e das 13h30 às 16h30.

Conforme o coordenador de leilão do Detran-MS, Túlio Brandão, a diferença entre os leilões é que o de circulação é aberto para todos os públicos e o de sucata aproveitável, somente para pessoas jurídicas. “O de sucata aproveitável somente pessoas jurídicas devidamente cadastradas em qualquer Detran do Território Nacional”, finaliza.

O leilão de veículos de circulação é realizado no site www.canaldeleiloes.com.br e o leilão de sucata aproveitável no site www.casadeleiloes.com.br.

Veja Também

Mais Lidas

Subir ao Topo Voltar
PlataformaSistemas para WebJornalismoVersão OriginalIr para Versão Clássica