Versão OriginalVersão ClássicaMenu
campo grande

Santa Casa suspende visitas devido aumento de casos de Covid-19 na Capital

Aumento nos casos de Covid preocupa e Santa Casa suspende visitas Carlos Ferreira | quarta, 25 de novembro de 2020 - 11h55
O Hospital Santa Casa O Hospital Santa Casa - (Foto: Divulgação)

Para conter o avanço e evitar que o coronavírus se espalhe dentro da Santa Casa de Campo Grande, algumas medidas já serão adotadas a partir desta semana, seguindo decisão do Comitê Interno de Enfrentamento à Covid-19 que se reuniu em busca de soluções para ajudar o hospital a passar mais uma vez pela situação, e a suspensão de visitas é uma delas.

“Temos que tomar medidas e dar exemplo e uma delas é a restrição das visitas aos pacientes internados já a partir desta quinta-feira, dia 26 de novembro. Diminuindo a circulação de pessoas dentro do hospital conseguimos proteger não apenas os pacientes que estão internados por outras comorbidades, mas também o corpo técnico assistencial, ou seja nossos profissionais”, destaca o médico José Roberto de Souza, diretor-técnico do hospital e presidente do Comitê Interno de Enfrentamento à Covid-19.

Nos últimos dias a taxa de ocupação dos leitos Covid-19 no hospital cresceu de forma acelerada. A Unidade de Terapia Intensiva destinada exclusivamente para pacientes com Covid-19, no dia 13, tinha 20% de ocupação. Já no último sábado atingiu 100% e segue sem vagas. Na enfermaria Covid os números também cresceram, passando de 90% a taxa de ocupação.

Sem visitas - A partir desta quinta-feira (26), as visitas estarão suspensas por tempo indeterminado em enfermarias e UTIs. Os acompanhantes para os casos de pacientes que estão previstos em Lei deverão realizar a troca de turno nos horários das 7h às 9h e das 17h às 19h.

Para solicitar informações dos pacientes críticos internados nas Unidades de Terapia Intensiva do hospital, o horário dos pedidos será das 14h às 21h30, no Serviço de Atendimento ao Cliente da Santa Casa de Campo Grande pelo WhatApp 67 98472 5160 (somente mensagens).

Veja Também

Mais Lidas

Subir ao Topo Voltar
PlataformaSistemas para WebJornalismoVersão OriginalIr para Versão Clássica