Versão OriginalVersão ClássicaMenu
CIDADE MORENA

Conheça o guia de turismo que há 38 anos tem a missão de apresentar a Capital

Ao Light, o guia explicou que tudo começou por acaso Hanelise Brito | quarta, 17 de fevereiro de 2021 - 10h40
O guia Carlos Iracy O guia Carlos Iracy - (Foto: Reprodução)

Quem já procurou um guia de turismo para visitar a nossa Capital, certamente já ouviu falar de Carlos Iracy. O guia nasceu em Campo Grande e sempre nutriu amor pela Cidade Morena, por isso, há 38 anos tem a missão de receber turistas e apresentar a cidade, contando as histórias, apresentando a cultura e revelando como a capital tem conseguido conciliar crescimento e desenvolvimento com qualidade de vida.

Ao Light, o guia explicou que tudo começou por acaso. “Minha esposa tinha uma loja de artesanato e eu vi um ônibus de turismo parado na frente, foi quando eu fui conversar com o guia e ele me falou que estava precisando de outro guia”, contou. 

“O faturamento da loja subiu com os turistas e eu passei a procurá-los e com isso eu iniciei o meu trabalho de guia. Um tempo depois, eu adquiri a minha credencial definitiva”, completou.

Todo o trabalho de Iracy é focado em fazer um tour de experiência. Durante as visitas, ele explicou que passa muitas informações históricas da cidade e algumas informações que possui de família. Além de atender lugares de todo o estado, o guia já arriscou e recebeu alguns turistas do Chile, da Bolívia e do Paraguai.

Com toda a sua experiência, Carlos contou o que mais encanta os turistas na Capital. “O que encanta o turista é o jeito que vamos mostrando a cidade. As ruas, avenidas largas, a cidade limpa e a arborização são coisas que fazem muita diferença”, afirmou.

“Os monumentos, Praça das Araras, Maria fumaça e o Mercadão também encantam muito os turistas. O Parque dos Poderes e o Parque das Nações eu sempre deixo para o final, para fechar o meu tour, são lugares que surpreendem muito eles”, disse.

Por causa da pandemia, o guia afirma que os tours de experiência diminuíram. “Antes da pandemia eu fazia de cinco a nove tours por semana. No mês de janeiro eu fiz apenas três tours, quando as coisas estavam começando a melhorar, voltou o pico da pandemia e caiu novamente o movimento”, desabafou.

Questionado sobre como se sente em realizar este trabalho de mostrar Campo Grande para as pessoas, o guia afirmou que tem paixão pelo que faz.

“Quando eu coloco a minha camisa pra mostrar a cidade para as pessoas, o meu olho brilha, porque eu adoro o que eu faço e eu passo encantamento para os turistas e muita verdade. Conto as histórias e os turistas se surpreendem com a Capital”, finalizou.

Para falar com Carlos, o telefone dele é (67) 9 9216-9500. Siga o guia em seu Instagram. Para mais detalhes das rotas do City Tour acesse o citytouremcampogrande.com.br.

Quer sugerir uma pauta ou contar sua história para o Light? Mande a sugestão para o nosso e-mail: redacao.acritica@gmail.com, pelo nosso WhatsApp (67) 9 9974-5440 ou pelo direct de nosso Facebook ou Instagram.

Veja Também

Mais Lidas

Subir ao Topo Voltar
PlataformaSistemas para WebJornalismoVersão OriginalIr para Versão Clássica