Versão OriginalVersão ClássicaMenu
NOVO PRAZO

Detran Estadual divulga calendário para renovação de CNH vencida na pandemia

Hanelise Brito | quinta, 3 de dezembro de 2020 - 10h11

Desde a terça-feira (1º) está em vigor a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que restabelece os prazos para a regularização das carteiras nacionais de habilitação (CNHs) vencidas. De acordo com a nova resolução, os documentos vencidos em 2020 ganharam mais um ano de validade. A renovação das CNHs vencidas neste ano, ocorrerá de forma gradual, de acordo com um cronograma estabelecido no documento.

Os prazos estavam suspensos por conta da pandemia da Covid-19. Em entrevista ao programa Giro Estadual de Notícias desta quinta-feira (3), a Diretora de Habilitação do Detran, Loretta Figueiredo, explicou como o condutor pode realizar essa renovação.

“O condutor pode se dirigir ao site do Detran para fazer essa renovação ou em qualquer agência do estado. Caso ele queira renovar pela internet sem passar pela agência, é só efetuar o pagamento da guia e agendar o exame médico pra realizar no Detran”, afirmou.

Sobre o valor da renovação, Loretta informou que ele fica em torno de R$ 280,00. “Esse valor é mais barato do que a infração de trânsito por dirigir com a CNH vencida, então compensa o condutor correr atrás e renovar, ao invés de ficar sujeito a receber uma autuação de CNH vencida”, ressaltou.

De acordo com o cronograma divulgado, a CNH vencida em março de 2020 tem prazo de renovação até março de 2021. E assim sucessivamente até atingir a CNH que ficar vencida agora em dezembro de 2020, cujo calendário de renovação vai até dezembro de 2021.

Por fim, a diretora reforçou a importância de consultar os prazos. “Quero reforçar que esses prazos estão bem claros no nosso site e nas nossas redes sociais, nós divulgamos uma tabela bem fácil e simples de entender para que o condutor não se confunda.  É importante que ele se adiante e corra atrás da renovação”, finalizou.

A entrevista completa você confere no player.

Subir ao TopoVoltar
PlataformaSistemas para WebJornalismoVersão OriginalIr para Versão Clássica