Versão OriginalVersão ClássicaMenu
JUSTIÇA

Sociedade precisa entender a importância da proteção ao menor, mulher e consumidor

Rosana Siqueira | segunda, 9 de novembro de 2020 - 11h01

“Não adiantam legislações modernas se a sociedade não entender a importância da proteção do menor, mulher, consumidor”. A afirmação é advogado e coordenador do curso de Direito da Faculdade Instead, Marcelo Salomão que esteve nesta segunda-feira (9) falando em entrevista ao programa Giro Estadual de Notícias.

Amanhã (10), o curso de Direito da Faculdade Insted promove debate sobre os aspectos técnicos do caso Mariana Ferrer. Diante da grande repercussão e neologismos legais criados pelo caso que envolve a influencer Mariana Ferrer, o curso de Direito da Faculdade Insted irá promover às 19h30, via plataforma Zoom um grande debate sobre o assunto abordando os pontos de vista ético e penal do caso. A aula será aberta aos acadêmicos de todos os semestres da formação e público em geral.

“A aula é aberta e podem participar os acadêmicos de todos os semestres e público em geral de forma gratuita”, explicou Salomão.

Ele destaca que no evento serão debatidos aspectos importantes como as informações de abusos em detrimento da fragilidade da mulher. “Hoje o mundo  globalizado tem acesso as informações sobre este tipo de caso. Este episódio teve vários pontos polêmicos. Nâo foi citado pelo Ministério Público, nem a magistratura. Temos várias facetas como o advogado, a omissão do juiz do MP a desproteção da vítima que foi criminalizada. Um absurdo como a suposta teses do estupro culposo que se instituiu no Brasil como um todo”, salientou.

Para debater o assunto foram convidados um promotor de Justiça, um advogado, um desembargador e um delegado. “Nós da  Instead cremos que a qualificação é importante para debater com conhecimento técnico o assunto, para que a opinião pública se fortaleça”, afirmou  Salomão.

O advogado enfatiza que o Brasil tem algumas das leis mais modernas na defesa da mulher. No entanto necessita ainda de amadurecimento por parte da sociedade, para extirpar eliminar estes procedimentos. “No País,o MS é campeão na violência contra a mulher. Por isso a importância deste debate para amadurecimento da população”, concluiu.

Serviço
A aula aberta será nesta terça, dia 10 de novembro, às 19h30. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo link: https://faculdade.insted.edu.br/landing-page-aula-aberta-curso-de-direito

Serão emitidos certificados de 04 horas/aula para aqueles que se inscreverem no site. Mais informações sobre as formações podem ser obtidas via WhatsApp (67) 99258-3521.

A entrevista completa você confere no player.

Subir ao TopoVoltar
PlataformaSistemas para WebJornalismoVersão OriginalIr para Versão Clássica